Home
NOTA DE REPÚDIO AO ASSÉDIO MORAL E RETALIAÇÃO PÓS GREVE.

NOTA DE REPÚDIO AO ASSÉDIO MORAL E RETALIAÇÃO PÓS GREVE.

NOTA DE REPÚDIO

O Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus – ASPROM SINDICAL manifesta repúdio veemente aos gestores escolares da SEDUC da Capital e do Interior que, com postura antidemocrática e intransigente, puniram com retaliação e assédio moral aos professores que participaram da Greve da Educação 2019 enviando suas faltas que foram descontadas, como foi o caso do professor Jamisson Maia, diretor sindical do ASPROM SINDICAL e lotado na EE Dom João de Souza Lima.
Posturas autoritárias iguais a estas são incompreensíveis e inaceitáveis, portanto exigimos que os descontos das faltas dos professores sejam ressarcidos, sendo que as aulas serão restituídas conforme calendário de reposição aprovado pelo Conselho Estadual de Educação.
Determinados comportamentos inapropriados, arbitrários e opressores de gestores não podem continuar e devem ser combatidos com rigor.
O ASPROM SINDICAL propguna que os professores que participaram da Greve não sejam perseguidos, mas respeitados em seus direitos.

Manaus, 30 de Maio de 2019.

A DIRETORIA

Leave a Comment

*

*