Home
SINDICATO DOS PROFESSORES DE MANAUS REÚNE EM SEXTA RODADA DE NEGOCIAÇÃO PELA CAMPANHA SALARIAL DA SEMED E DEFINIRÁ NOVA ASSEMBLEIA GERAL

SINDICATO DOS PROFESSORES DE MANAUS REÚNE EM SEXTA RODADA DE NEGOCIAÇÃO PELA CAMPANHA SALARIAL DA SEMED E DEFINIRÁ NOVA ASSEMBLEIA GERAL

SINDICATO DOS PROFESSORES E PEDAGOGOS DE MANAUS- ASPROMSINDICAL INFORMA!
CAMPANHA SALARIAL DA SEMED/
MANAUS 2019.

O ASPROM SINDICAL informa que na tarde de hoje, 28/05/2019, as entidades sindicais e professores da base reuniram-se com a Secretária Kátia Serafina e o Secretário Municipal de Finanças Lourival Praia, em 6° rodada de negociação

O ASPROM SINDICAL apresentou a contraproposta deliberada em Assembleia Geral Extraordinária realizada no sábado passado, dia 25/05/19, onde a categoria dos professores e pedagogos da Semed/Manaus decidiu rejeitar parcialmente a Contraproposta apresentada pela Prefeitura de Manaus sobre a data-base da categoria.

A Contraproposta que foi rejeitada parcialmentetem os seguintes itens:

1- Reajuste salarial de 8%, parcelado (primeira parcela de 5% para ser paga no mês junho/19, com retroatividade a maio/19 e a segunda parcela de 3% paga em novembro/19) – proposta rejeitada.

2- Reajuste de 20% no valor pago do Auxílio-alimentação, passando de R$220,00 para R$264,00 – proposta rejeitada.

3- Implementação de projeto piloto de Hora de Trabalho Pedagógico-HTP em 50 unidades escolares (entre EMEFs de séries iniciais do 1° ao 5° ano e CMEIs de Educação Infantil) – não rejeitada, porém com ressalvas.

A Comissão de Negociação do AspromSindical (formada por membros da Diretoria do Sindicato e professores da base da categoria) apresentou a contraproposta deliberada na Assembleia Geral à Secretária Kátia Serafina.

A contraproposta aprovada em Assembleia é a seguinte:

1- Reajuste salarial de 15% parcelado (5% em junho com retroatividade à maio, 3% em novembro, 3% em dezembro e 4% em março/2020);

2- Reajuste de 50% do auxílio- alimentação, passando de R$ 220,00 para R$330,00 e que seja pago integral na “carga dobrada”;

3- Ampliação da quantidade de unidades escolares no projeto piloto de HTP para 100 (50 EMEFs e 50 CMEIs).

A contraproposta do ASPROMSINDICAL foi rejeitada pela Secretária Kátia Serafina que apresentou a nova contraproposta:

  • Data-base de 5% retroativo à Maio e mais 3% em Novembro sobre o salário de Outubro.
  • Reajuste de 30% no auxílio-alimentação com retroativo à Maio.
  • Implementação do Projeto Piloto da HTP, em três etapas iniciando a partir do 2° semestre de 2019 – 1° etapa para 60 escolas, 2° etapa para 50 escolas e 3° etapa para 50 escolas.
  • Publicação das Promoções Funcionais, de acordo com a vigência legal.
  • Formação de mesa permanente para estudar a viabilidade de avançar em outras pautas de reivindicações, com representantes das duas entidades sindicais e representantes da SEMED, SEMEF, SEMAD, MANAUSPREV, PGM e CASA CIVIL.

O ASPROM SINDICAL convocará nova Assembleia Geral Extraordinária para apresentar a nova contraproposta da SEMED a fim de que a categoria delibere sobre aceitação ou rejeição.

A DIRETORIA.

Leave a Comment

*

*